Dicas da Mi
30/03/2017
3 Comentários

Vamos falar sobre a maldade “encoberta” de verdade?

Esse é um tipo de post que vocês não veem muito por aqui, na verdade acho que quase nunca não é? Mas ando vendo tanta maldade “encoberta” de verdade, que decidi falar sobre isso, afinal como uma pessoa com a vida tão “exposta” ou supostamente em evidência é natural que muita gente decida falar sobre mim.

Aliás, fico aqui pensando: o que faz uma pessoa falar sobre a outra com tanta coisa interessante pra se fazer e falar nessa vida, não concordam?

Óbvio que já contei uma fofoquinha aqui ou ali, mas na medida que fui evoluindo, que fui crescendo, fui percebendo que esse tipo de coisa não gera uma conversa, gera uma maldade (mesmo você dizendo não e mesmo não se dando conta que sim).

Já ouvi dizer tantas coisas sobre mim sabe, tantas inverdades que geralmente me pego repetindo: oi?

Embora eu nunca responda, ou nunca dê a devida atenção pra isso (quem fala sempre quer atenção) tem horas – como todo mundo – que as palavras me pegam e sim, eu sinto. Sinto por mim, mas ainda mais por quem perdeu seu precioso tempo pra falar de alguém que não gosta, não respeita e não tolera.

A verdade minha gente? Eu nem perco tempo com quem eu não gosto, e sabem por quê? Porque não me agrega em nada, porque eu só quero dar para as pessoas aquilo que tenho pra oferecer, e felizmente é amor, e não dor.

Ah mas daí alguém vai dizer: mas você está perdendo tempo agora Mi, ao escrever esse texto.

É verdade, tô sim! Infelizmente….mas senti que precisava desabafar, me abrir, pra não deixar isso me consumir e me tornar um alguém igual a essa (ou essas pessoas).

Em 6 anos de blog já ouvi que sou metida, filhinha de papai, “se achona”, que casei por interesse, que meu marido que me dá tudo, que eu fico me achando mas só compro em promoção (HÁ HÁ HÁ risadas em letras garrafais), que meu casamento é fachada, que eu só sei tirar foto mas não sei do que to falando e a mais nova: que ganho dinheiro de forma ilícita.

… (pausa pra um respiro).

Sério gente? Sério mesmo? Hehehehehe!

Por um tempo deixei vários comentários me abalarem sem falar um A (e quem me conhece de verdade sabe bem que tive sangue frio pois nunca fui o tipo de pessoa que levou um desaforo injustificável pra casa), mas de uns tempos pra cá e à medida que vou trabalhando com mais amor e afinco e as maldades disfarçadas de “verdades” que são inverdades vão crescendo, eu decidi fazer a Luana Piovanni e achei que era hora de responder.

Pra começo de conversa (e peço licença para as inúmeras pessoas que gostam de mim de verdade), meu trabalho vai bem obrigada, de nada. Não que eu tenha que me justificar mais acho que existem pessoas no mundo que precisam que a gente desenhe pra elas, então vamos lá.

Sem essa de dizer que sou legal (mas eu sou), mas gente quem em pleno 2017 fala de alguém que não conhece? Porque geralmente quem diz isso nunca trocou uma palavra comigo, apenas escuta algo ou me vê em foto e pronto já faz uma imagem. Blaf! Chatice isso!

Sim, eu sou filhinha de papai sim. E meu papai é lindo, cuida de mim com amor, me ensinou a respeitar as pessoas a trabalhar com afinco, batalhar pelos meus sonhos e a acreditar em mim mesma. Como não amar ser filhinha desse meu papai? Inclusive um adendo: coloca aí que sou filhinha de mamãe também?

Outra coisa, é verdade que eu casei por interesse, de acordar ao lado do homem que está comigo há 15 anos, da pessoa mais legal e incrível do mundo. Meu interesse é passar a vida inteira com ele. Tem interesse melhor que isso? Alias já respondendo a outra pergunta e fazendo um pouco de propaganda, ele me dá tudo sim, atenção, amor, carinho, segurança, companheirismo. Tudo o que eu preciso pra ser feliz.

O dinheiro a gente vem conquistando juntos viu? Trabalhando lado a lado, como um casal normal.

Gente, eu não sei se já ouviram falar mas nós brasileiros pagamos um imposto sobre o que compramos imenso, vocês acham mesmo que não vou aproveitar uma promocaozinha aqui e ali? E por acaso eu achei meu dinheirinho que ganho suado em árvore? Se alguém aí achou me avisa qual é a semente que eu tenho que plantar pra ter uma assim em casa também?

Eu trabalho como blogueira e uma das partes do meu trabalho – além de criar esse conteúdo lindo que crio aqui no MB – é fotografar, ou seja pro meu trabalho ser concluído eu preciso das?….. tcharan fotos!!! Certo?

Acontece que as pessoas andam lendo cada vez menos então não é culpa minha se você que acha que só tiro fotos fica de olho apenas no meu instagram (tks por me dar audiência viu amô), mas se você gosta de conteúdo sugiro passar diariamente aqui no blog às 07h da manhã que todo dia tem um post lindo e cheio de conteúdo esperando por você.

Agora, ganhar meu dinheirinho de forma ilícita? Bem…esse já é um assunto que prefiro tratar numa salinha de audiência tsá?!? Porque a mentira ali já passou do ponto, e as pessoas precisam aprender que tudo que se joga no universo tem volta. Principalmente maldades ou inverdades. Daí eu pergunto: é aí que você quer parar?

Ao terminar de responder a esse montante de bobagens fico ainda mais incrédula de ver que as pessoas falam esse tipo de coisa das pessoas. Por quê? Pra quê?

Gente, por favor parem de achar que na vida tudo é apontar o dedo e julgar!  Você conhece a pessoa? Conhece as dores da pessoa? Já passou algum tempo com ela pra saber o que tá falando? Parem com essa mania de achar que tudo que se vê (ou escuta) é o que se é. Uma foto não fala absolutamente nada sobre alguém.

Eu não saio julgando uma pessoa, o trabalho de uma pessoa, o relacionamento de uma pessoa por conta de uma foto postada no instagram. Pelo amor…chega a ser absurdo. A internet as vezes torna as pessoas brutais, maldosas, tudo em nome de um achismo sem fim.

Uma dica: vai ser feliz! Vá sair com as amigas, arrume um trabalho que lhe proporcione alegria, beije seu boy (ou sua gata) magia, namore muitoooo, veja um filme idiota que lhe faça rir até doer a barriga, aprenda algo novo, doe esse seu tempo pra alguém que realmente precisa (para o bem é claro) enfim…vá fazer algo bom pra você! Vá trabalhar uma energia boa, tenho certeza de que o universo e Deus vão te devolver isso em dobro.

Lembrem-se que só podemos oferecer ao mundo aquilo que temos dentro de nós, e eu te pergunto: é unicamente ódio que você tem?

maldade "encoberta" de verdade (1080 x 1210)

#Maisamorporfavor

TV Monalisa // Inscreva-se!
Instagram // @micamacho