Escolha uma opção de navegação: Blog / Site
beleza e saude, Saúde
13/03/2018
0 Comentários

Como se tornar um vegano?

Como se tornar um vegano?

A alimentação é um daqueles assuntos que sempre provocam debates. Seja por saúde ou estilo de vida, a decisão de incluir ou excluir produtos do cardápio faz parte do dia a dia de todas as pessoas e gera inúmeras dúvidas; entre elas: como se tornar um vegano ou um adepto do vegetarianismo?

Nesse sentido, vegetarianismo e veganismo congregam um universo de indagações e posicionamentos. Muito discutida na atualidade, a intenção de abandonar o consumo de carnes, leite e derivados ou de todos os produtos que têm origem animal divide opiniões.

Conforme a médica nutróloga Cristiane Molon, porém, não há uma escolha certa ou errada. “O que vai determinar qual delas é a melhor é a individualidade de cada um. Tudo depende do estilo de vida almejado e também da digestão. O que é bom para um, pode não ser para outro”, explica.

De acordo com uma pesquisa recente do IBOPE, no Brasil, em torno de 10% da população são adeptos do vegetarianismo. Além disso, estima-se que o veganismo tem sido praticado por cerca de cinco milhões de brasileiros. Estudos vêm mostrando que essas pessoas possuem menos probabilidades de desenvolver problemas cardiovasculares e alguns tipos de câncer, entre eles o de intestino e de estômago. O consumo exagerado de carne vermelha ainda pode intensificar os sintomas de TPM (Tensão Pré-Menstrual) e elevar o nível de ácido úrico no organismo.

Independentemente da opção seguida, o mais importante é fazer escolhas conscientes para cuidar da saúde. A médica nutróloga ressalta que a palavra de ordem deve ser o equilíbrio. Na transição para qualquer uma dessas dietas vale direcionar a atenção à substituição adequada dos alimentos para evitar deficiências nutricionais, como anemia e perdas de massa muscular

Uma das principais preocupações diz respeito à vitamina B12. “Ela não existe no reino vegetal e não há como repô-la se não for por meio de suplementação ou pela ingestão de carne vermelha”, esclarece. A vitamina é antianêmica, atua na divisão celular, na maturação dos glóbulos vermelhos e nas funções cerebrais.

Já em relações às proteínas, que formam a estrutura do corpo e são essenciais para a manutenção e reconstituição celular, a especialista enfatiza que o ser humano precisa de 20 aminoácidos, sendo que nove não são produzidos pelo corpo.

Assim, a alimentação deve contar com fontes como feijões, lentilha, ervilha, grão de bico e cereais integrais. Também costumam ser indicados o tofu, tahini, castanhas, nozes, amêndoas, sementes de girassol, gergelim e pasta de amendoim. “Precisamos ingerir um grama de proteína por quilo de peso corporal. Para o atleta, o consumo deve ser maior, de 1,5 grama”, comenta.

A especialista ainda lembra que os macronutrientes, como carboidratos, proteínas e gorduras, têm papel fundamental no bom funcionamento do organismo. Então, em caso de restrições, é preciso fazer a substituição optando por outros com valor nutricional similar. Do contrário, podem ocorrer desequilíbrios metabólicos. Para evitar problemas, vale contar com acompanhamento médico e nutricional.

como se tornar vegano?

DICAS:

– Faça um check-up inicial para estimar os níveis de ferro, vitamina B12, cálcio, magnésio, zinco e outros.

– Evite começar a transição para a dieta vegana ou vegetariana com cortes no cardápio. Adote uma estratégia diferente: comece adicionando frutas, vegetais, legumes e grãos.

– Evite consumir alimentos industrializados sem qualidade nutricional, como embutidos, enlatados, refrigerantes e sucos prontos;

– Cuidado para não cair na armadilha dos carboidratos e gorduras em excesso, dependendo do preparo, a alimentação sem carne pode ser muito calórica e engordativa.

– Diminua aos poucos o consumo de produtos de origem animal.

– Aprenda a cozinhar! Assim, é mais fácil garantir alimentação de qualidade e com equilíbrio nutricional.

– Ao retirar a proteína animal, lembrem-se das fontes de proteínas vegetais.

– Não exagere no consumo de produtos de soja. O excesso não faz bem, principalmente, para pessoas com hipotireoidismo e para os homens.

– Vegetarianos e veganos podem praticar atividade física normalmente, sem perder massa muscular.

– Troque o trigo pelo integral ou por farinha de linhaça, de coco, de amêndoas.

– Troque o açúcar branco pelo mel, açúcar mascavo e o melado.

– Diminua o consumo de sal refinado, prefira o marinho ou sal rosa.

– Elimine os refrigerantes e prefira sucos de limão, de acerola, de mirtilo, com grande poder antioxidante.

– Evite o consumo de frituras. Prefira sempre o óleo de coco ou azeite de oliva extravirgem, preferencialmente, prensado a frio, com baixa acidez e de vidro escuro.

como se tornar um vegano?

Beleza
01/06/2015
0 Comentários

Diário Fitness voltando com tudo!

Porque a gente não vive só de moda e beleza não é girls? Cuidar da saúde e do corpo também é importante.

Parar e voltar as vezes é mais difícil que começar…

E depois de 3 meses sem postar aqui no diário fitness eu voltei, com a minha saga “a difícil arte de recomeçar”, e vou dizer gente: é fod@!

Desde o mês de março ando numa correria frenética pra lá e pra cá (e tenho usado isso como desculpa para malhar menos, bem menos). Quem seguia meus treinos no instagram (@micamacho) percebeu que tenho passado bastante tempo em São Paulo entre uma viagem e outra a trabalho. É claro, amo essa muvuca e esse ritmo mais agitado, mas todas as vezes que voltava a treinar (depois de uns dias parada) meu corpo sentia, e muito! Mas aqui entre nós, quem nunca sentiu isso não é?

O fato é que eu havia prometido a mim mesma no ano passado não deixar nem o excesso de trabalho ou a falta de tempo ou mesmo a preguiça me dominar, mas fui dominada por mim mesma. O lado bom de tudo isso? Não vi ainda gente, confesso ehehehe. Meu corpo ficou mais preguiçoso, e me sentia mais cansada do que na época que vinha treinando de segunda a sábado. Foi por isso que no último mês resolvi dar um basta nesse bicho preguiça que havia me dominado e decidi que já era hora de pegar no pesado (hihihih) novamente.

Como vocês sabem hoje eu faço a linha franguinha né? E apesar de amar essa minha vibe magrela (tenho traumas da época que tinha coxão e bundão nesse 1,63m todo aqui) senti que estou magrinha demais e por isso preciso fazer mais musculação do que gostaria, mas não posso fugir certo? Meu objetivo nunca foi ser uma Sa Sato, faço mais a linha Pugliesi, mas uma definição nos cambitos é sempre bom concordam?

Então é fato dizer que durante um tempo ficarei meio fora dos treinos funcionais (perco peso super rapido e esses treinos são punks eheheh), mas não completamente. Tanto o é que duas vezes na semana eu treino em casa mesmo aqui no jardim e nas outras 3 vezes eu vou pra academia. Assim que ganhar mais massa muscular a coisa muda de figura e o objetivo é desenhar o corpitcho novamente. Ou seja, tenho trabalho pela frente né gente?!?

E assim meninas, como eu sei que várias de vocês leitoras ou se inspiram em algum treino que eu faço ou mesmo estão nesse mesmo momento que o meu que é a volta aos treinos achei que devia dividir ele com vocês, que estão sempre comigo. Alias, que tal uma ajudinha hein? Me contem, vocês gostam do diário fitness? Há algo que vocês gostariam de ver aqui? Ter vocês ao meu lado é muito bom, sempre! Tks viu gente!!!

Fiquem ligadinhas que logo tem post do Rafa – meu personal que é incrível e me ajuda muito – com uma dica bacana pra vocês!!!

academia

 

x-x-x-x-x-xx-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-xx-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-xx-x-x

Termogênicos naturais

Vamos falar sobre termogênicos naturais? Queima de gordura sem medo hahaha

TERMOGÊNICOS NATURAIS
Você sabe o que são termogênicos naturais e onde encontrar?
Os termogênicos naturais são alimentos capazes de aumentar o gasto calórico do organismo, através da queima de calóricas no processo de digestão.
Confere a lista de alguns desses termogênicos naturais:
– Pimenta vermelha: rica em capsaicina substancia que favorece o aumento da quebra de tecido adiposo.
– Canela: além de aumentar o metabolismo basal, ela tem ação estimulante, facilita o processo de digestão e contém substâncias antioxidantes. Utilizar em pó com frutas picadas, em pau como chá.
– Chá verde: acelera o metabolismo e fornece energia. Consumir no máximo 2 xícaras por dia, e não a noite.
– Gengibre: aumenta o metabolismo em até 10%. Pode ser usado cru, refogado ou em forma de chá.
– Ômega 3: essa substância aumenta o metabolismo basal e faz com que o organismo não retenha tanto líquido. Encontrado em peixes, oleaginosas, chia, linhaça.

termogenicos

Invista nesses alimentos e em preparações com esses ingredientes para acelerar o seu metabolismo, claro que aliado a uma alimentação balanceada e a pratica de atividade física.
Uma dica muito importante é o consumo diário desses alimentos para que ocorra um aumento do metabolismo, pois não vai adiantar nada caso você consuma uma vez por semana ou apenas uma vez no mês.
Consulte sempre seu médico ou nutricionista!

Luana Gruber
Nutricionista
CRN 4190P

 

x-x-x-x-x-x-x-x-x-xx-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-xx-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-

fimdepost

x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-xx-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-xx-x-x-x-x-x-x-x-x-

O meu verdadeiro antes e depois

Não gente, eu não usei photoshop nas minhas fotos fitness e essas últimas mudanças em relação ao corpo são sim verdadeiras, ehehehe, o que quero mostrar pra vocês é o meu antes….de muito antes. =)

Já comentei sobre isso com vocês várias vezes aqui no blog e em meio aos leitores que leem o blog sempre tem alguém que começou a ler o MB agora e me pergunta “o que? como você emagreceu 13kg Mi?”. Bom gente, é disso que vou falar hoje.

Há uns anos atras bem no comecinho do MB contei a minha história de como saí dos 60 kg para ir aos 47kg em um mês e meio. Pois é, foi punk gente! Primeiro porque o plano de alimentação que bolei pra mim (e vejam bem BOLEI SOZINHA) era uma loucura e segundo porque eu fiz tudo isso sem a ajuda de um profissional.

Apesar de me alimentar a cada três horas certinho, eu vivia a base de frutas, bolacha de água e sal (hahahah) frango e sopa. E pensando bem, nem tudo ali era muito saudável não é? Mas essa doideira toda me fez emagrecer, então resumindo naquela época teve o resultado que eu queria. Ok, eu contei com a sorte de ter apenas 20 anos e o metabolismo ser uma máquina, mas ainda assim lembro dos dias que passava vontade de comer as delícias que todo mundo comia e não podia. É fato dizer que o resultado era o que eu queria, mas o processo em si foi errado (eu devia sim ter ido atrás de algum profissional pra me ajudar), mas fazer tudo isso sozinha, buscar dentro de mim essa força de vontade pra tentar com toda a certeza me fez ser assim hoje, alguém que sempre tenta.

O engraçado é que quem me vê hoje não imagina que tive essa briga com a balança quando mais nova e muito menos sabe que eu já fui cheinha – por isso tive que trazer fotos pra provar ehehe – mas é verdade gente, nem sempre eu fui assim magrinha.

Durante esses 14 anos que já se passaram após meu primeiro regime (e o mais difícil) houveram algumas vezes que tive medo de voltar aos quilinhos a mais, houveram vezes (várias) que tive que fechar a boca, outros tantos que tomei remédio pra emagrecer (tem a história completa aqui) houveram dias de preguiça de treinar, e houveram dias em que falei pra mim mesma que pra eu ficar bem tudo dependia de mim. A verdade girls é que aos 20 anos travei minha primeira “luta” com o peso, aos 29 passei por uma crise ferrenha dos 30 e ao ver que nem sempre seremos jovens e teremos o corpitcho no lugar corri pra academia, mas foram só agora aos 34 que eu tive o conhecimento do meu corpo. Engraçado isso não? Se antes eu queria ficar magra hoje eu penso que quero viver de forma saudável. Claro que rola aquele sorriso no rosto por ver aqui uma barriguinha bonita que desde os 15 que não via, claro que gosto do corpo que tenho agora, mas nada é mais gostoso do que olhar pra trás e ver o quanto eu melhorei, como pessoa mesmo.

Sei que todas as vezes que eu encontrar com a minha mãe ela vai dizer que estou muito magra e eu vou ter que fala sempre a mesma coisa: “mas mãe, eu to com o mesmo peso de quando comecei a treinar eu apenas desinchei e troquei a massa gordinha pela massa magra”, sei que nem todo mundo vai acreditar que já fui mais cheinha, e que muitos vão dizer que eu estou exagerando e que não era acima do peso. E sei porque isso é natural, é a forma que cada um vê. Mas também sei que ninguém melhor que a gente pra saber o que queremos, pra saber como nos sentimos e o quanto melhoramos, não é?

E só pra não dizer que to mentindo, ehehehe, segue aquele antes e depois que todo mundo queria ver.

antesedepois

p.s – Pra quem quiser ler tudo (exatamente) como aconteceu a minha primeira dieta, pode clicar aqui.

********************************************************************************

fimdepost

********************************************************************************

Post Campanha Fitness – 12/02/15

Vou dizer pra vocês gente, esse post de hoje é emocionante pra mim. Primeiro porque é o resultado de um trabalho que começou o ano passado (e que sim, vai continuar…) e foi incrível (em se tratando do meu relacionamento com meu corpo, minha alimentação e consequentemente minha vida) e segundo pela confiança que a Spa & Health e a Academia Equilíbrio tiveram no meu trabalho.

Quando começamos esse “projeto” em 2014 eu confesso: tive medo de não conseguir continuar ou levar a sério (eu sempre treinava mas tinham meses que a preguiça batia forte e eu ia vez sim, vez não e vez também não pra academia), mas o legal é que eu consegui. E levei a sério, e tive muita força de vontade pra não desistir. Tinham dias que doía tudo e que a vontade era nem levantar da cama, mas levantava ehehehe e ia treinar. O Rafa (meu personal) foi incrível. Ao mesmo tempo que ele era cauteloso e compreensivo com minhas dores e adaptação ele também me impulsionava a tirar o melhor de mim, todos os dias. E eu me superei.

Por isso quando ele e a May (noiva dele e dona do Centro de Estética Spa & Health) e a minha nutricionista querida Luana Gruber (que fez milagre na minha alimentação) me convidaram pra fotografar e estampar (em formato tamanho família) meus resultados eu tenho que admitir: fiquei super feliz.  A gente tem disso né? Se orgulhar de coisas que fizemos e nos fizeram bem, e se eu pudesse de alguma forma ou de outra inspirar mais pessoas a buscar aquilo que lhes faz bem (e isso independe de ser relacionado ao corpo viu gente) farei com o maior prazer, porque em algum dado momento eu também me inspirei em alguém.

O outdoor com minhas fotinhos já estão pela city – ai ai se alguém ver me diga o que acharam tá? – e como a Greyci Moser que me fotografou mandou algumas fotos mostro aqui pra vocês.

_MG_9498 tratada email _MG_9509 email  _MG_9525 email _MG_9547 email _MG_9548 tratada email _MG_9559 email  _MG_9566 email _MG_9579 email _MG_9584 email _MG_9590 tratada email

 

Essa ultima foto é com a Lu e a Maira viu gatas?!?

E os looks já são coleção nova da Live!

TV Monalisa // Inscreva-se!
Instagram // @micamacho